quinta-feira, 20 de março de 2014 | |

É isso...

(...) Boa parte da barbárie brasileira pode ser demonstrada pelo que se vê no trânsito das nossas cidades. Ora por falta de vergonha, ora por analfabetismo verbal e/ou não verbal + falta de vergonha, os brasileiros provamos, um bilhão de vezes por minuto, que este país não deu certo.

(...) Não sou dos que dizem que este país é maravilhoso etc., que a nossa sociedade é maravilhosa etc. Não há solução para a barbárie brasileira que não comece pela admissão e pela exposição da nossa vergonhosa barbárie de cada dia, sob todas as suas formas de manifestação. A barbárie é filha direta da ignorância e se manifesta pelo atrevimento inerente à ignorância. Falta competência de leitura, verbal e não verbal; falta educação, formal e não formal. Falta vergonha. Falta delicadeza. Falta começar tudo de novo. É isso.

Fonte: Pasquale Cipro Neto,
“O Brasil, a rotatória e os analfabetismos”, Folha de S. Paulo, Cotidiano, 20/3/14.

1 comentários:

Danilo Fernandes disse...

Falou TUDO! É exatamente isso... esse país não tem mais jeito, nunca teve. Tem que derrubar e começar do zero.