segunda-feira, 17 de setembro de 2012 | |

Música no jardim do Prada

Assisti neste final de semana a dois espetáculos interessantes em comemoração ao aniversário de Limeira. Ambos ocorreram no belo jardim do Edifício Prada, a sede do Poder Executivo limeirense. Um prédio histórico, de arquitetura magnífica. O local ganhou uma iluminação especial, que conferiu a ele um bonito colorido.







No sábado à noite, a Orquestra Sinfônica de Limeira deu mais um show com um repertório eclético, que começou com Villa-Lobos e terminou com Tom Jobim, passando por bolero e tango. 

No domingo à noite, foi a vez da Banda Marcial dos Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil, um grupo que mistura o rigor militar à história do país - as gaitas de fole, por exemplo, presentes da rainha da Inglaterra ao Brasil, são um show à parte.

A banda - que já se fazia presente na cerimônia de abertura dos portos às nações amigas, em 1808 (ato que mudou a história do Brasil em definitivo) - executou dobrados históricos, uma canção celta e clássicos da música brasileira, como "Asa Branca". Também improvisou um "Parabéns a Você" para Limeira. Sempre misturando música à coreografia (que, num dado momento, chegou a simular a formação das embarcações da Marinha brasileira).

Para quem perdeu, seguem alguns vídeos:

video

video

video

Como estamos em período eleitoral, deixo um apelo ao próximo prefeito de Limeira: abra - como ato simbólico de um novo tempo após tudo o que a cidade viveu nos últimos meses com a cassação do chefe do Executivo - o jardim do Prada para a população. O espaço é muito bonito para ficar fechado ao povo.

Nas grandes cidades mundiais, praças e jardins (inclusive em frente a sedes de poderes) ficam à disposição da comunidade como espaços públicos que são. Para casais namorarem, pais brincarem com os filhos, amigos baterem papo, trabalhadores relaxarem, famílias fazerem piquenique, estudantes lerem, enfim... Pisando na grama e tudo. É exemplo de democracia e liberdade.

0 comentários: